fbpx
Imobiliaria Jaú | Imóveis em Jaú: Casas para alugar em Jaú | Casa para vender em Jaú

Associação de Judô de Jaú comemora 25 anos de muitas conquistas

Disciplina, respeito e educação são os princípios da Associação de Judô Aleixo que faz receber destaque dentro e fora do tatame

Esse conteúdo é um oferecimento da Imobiliária Jaú, empresa madrinha que apoia as boas notícias de Jaú.


Bento Emanoel Aleixo começou a praticar judô em 1983 na Polícia Mirim em Jaú com o Professor Fernão de Toledo Castro. Começou a dar aulas na Associação de Judô Oliveira e Castro, onde tornou-se Shodan (faixa preta-primeiro grau), depois na Academia Corps e na sequência passou para a Associação dos Funcionários da Santa Casa.

“Eu escolhi o judô, pois, desde pequeno eu me interessava por lutas e fazia alguns golpes quando brincava, sem saber que eram do esporte. Quando eu comecei no Judô, eu comecei na Polícia Mirim. Eu tinha 13 para 14 anos. Ai já comecei a trabalhar na prefeitura logo em seguida, a academia que eu treinava era na Quintino Bocaiúva, onde atualmente funciona o Centro Pedagógico. O Sensei Fernão foi meu primeiro professor e ensinava muito a parte de disciplina, cumprir horário”, pontua Bento.

Sensei Bento com as vestimentas de árbitro da Federação Paulista de Judô

A Associação tem atualmente cerca de 120 alunos, com idade entre quatro até 52 anos. Entre os atletas estão os pais que aderiram a prática do Judô, vendo a melhoria na vida de seus filhos socialmente, na saúde e na coordenação motora. Algo que interfere na melhora do convívio familiar e o vínculo entre pais e filhos.

“Com o judô a gente aprende a cair e levantar. Nunca abaixar a cabeça quando os problemas e dificuldades aparecem. Nós entramos no judô e a primeira coisa que a gente aprende é a cair e, com isso, a pessoa aprende a se controlar, ter humildade”, explica o professor.

FORMANDO CAMPEÕES

Ao longo dos anos, os atletas federados subiram ao pódio em campeonatos regionais, estaduais e paulista. Em destaque a Equipe Feminina, composta por 17 atletas, que já chegaram a conquistar a primeira colocação nos Jogos Regionais em 2017 realizado em Lençóis Paulista e no geral ficaram com a medalha de segundo lugar, garantindo vaga para os 81º Jogos Abertos, na cidade de Santo André, na região do ABC.

Bento com o professor Hercílio exibindo troféus conquistados pela equipe

“Temos três campeões Paulista, na categoria Master (acima de 30 anos) e uma Campeã Brasileira, um vice-campeão e um terceiro colocado também no campeonato Brasileiro” – sinaliza o professor. Além disso, com o esporte os jovens têm a oportunidade de conhecer a região. Eu mesmo, por exemplo, conheci o estado de São Paulo inteiro só viajando com o judô”, comenta Bento.

ONDE TUDO COMEÇOU

O Judô chegou em Jaú no ano de 1962. Mas foi em 1997 que o sensei Bento deu início a Associação de Judô Aleixo. Em dezembro deste ano, serão 25 anos à frente da Associação, formando mais de 36 faixas pretas. “Eu fui o primeiro aluno faixa preta do sensei Fernão e o primeiro a participar de um campeonato na época da Polícia Mirim”- relembra.

Em 1997, foi necessário a fundação da Associação, pois não sendo possível utilizar o Estatuto da AFUSC, Sensei Bento reuniu os alunos de maior idade, elaboraram o distintivo, formaram a diretoria, a qual foi aprovada criando então a Associação de Judô Aleixo M.F. (iniciais dos nomes de seus dois filhos, Marina e Felipe). “É  uma responsabilidade muito grande como professor não me preocupo em formar campeões, eu quero formar cidadãos, pessoas boas e um bom profissional. Hoje em dia, nós temos alunos médicos, advogados que nos ajudam muito na parte burocrática, atendendo alunos que não tem dinheiro para consultas com fisioterapia”, destaca o sensei.

Troca de faixas realizada no Teatro Municipal de Jaú

O PROFESSOR DOS PROFESSORES

Fernão de Toledo Castro iniciou a prática do judô em 1966, e, em dois anos, havia conquistado a faixa preta. Filho dos educadores Tullio Espíndola de Castro e Daltyra de Toledo Castro, trazia no sangue a vocação de ensinar e logo passou a auxiliar o professor nas aulas e formou suas próprias turmas. Em 1991, tinha obtido a faixa preta 5º dan e em 2002 pôde colocar sobre o quimono a faixa vermelha e branca do 6º dan.

Em outro de 2021, Bento viveu um dos momentos mais emocionantes da vida dentro do esporte. Foi quando recebeu das mãos do Sensei Fernão a mais alta graduação de um judoca.

Bento e Fernão em 2021

Na sequência, quase todos foram as lágrimas com a fala do experiente kodansha que relembrou o passado, enquanto ajoelhava para amarrar a faixa do Sensei Bento. Fernão foi o precursor do judô em Jaú e só quem é professor sabe o que significa formar um cidadão de caráter e um atleta exemplar.

PROJETOS SOCIAIS

A Associação de Judô Aleixo recebe alunos de projetos sociais como: Casa da Criança, Colmeia, Pastoral do Menor, Cores da Vida. “Hoje, se a gente for ver direitinho, são mais de 60 alunos que treinam com bolsa que nós ajudamos com passe de ônibus”, avalia Bento.

Atletas participando de campeonatos

E finaliza: “para nós, ver esses atletas formando família, conquistando a faixa preta, é um grande feito. Temos até um atleta Olímpico que passou pelos nossos tatames, que é o Rafael Buzacarini, participou de duas Olímpiadas. Não é qualquer associação que conquistou isso”.

Esse conteúdo é um oferecimento da Imobiliária Jaú, empresa madrinha que apoia as boas notícias de Jaú.

Comparar imóveis
Nenhum imóvel selecionado ainda Clique no para comparar imóveis
Venha conversar no Whatsapp!
Imobiliária Jaú
E-MAIL Entrar em contato
ANUNCIE Anunciar Imóvel
WHATSAPP (14) 2104-5555
Ao navegar neste site, você concorda com nossa Política de Privacidade