Como investir o valor do aluguel?

Como investir o valor do aluguel?



Quando o assunto é aluguel, a maioria dos proprietários buscam uma forma de fazer render o dinheiro recebido mensalmente. Atualmente há uma novidade que está aquecendo o mercado imobiliário e que promete ficar, é a opção de aplicar aluguel.


Primeiro passo: definir prioridades


Para começar, a dica é organizar um orçamento, para definir o que você vai fazer com o aluguel que recebe. Faz muita diferença se você depende desse dinheiro para viver ou se o valor é apenas um complemento da sua renda mensal. Se é um dinheiro extra, aproveita, porque você pode investir o valor integral. Ou quase tudo. E com isso ter um rendimento satisfatório no mercado financeiro.

Agora, se você depende desse dinheiro para pagar suas contas, não tem problema. O seu desafio será guardar e investir todos os meses 20% de tudo que você recebe de aluguel. E se você acha que essa porcentagem é muito alta, impossível de colocar em prática, comece aos poucos. Primeiro separando 5%, depois chega a 10%. Vai devagar, para garantir que você vai chegar nos 20% todos os meses.


Segundo passo: buscar os investimentos


Feito o primeiro passo de definir suas prioridades e de poupar, é hora de investir. Pensando nisso é preciso conhecer os diferentes perfis de investidores – dos mais moderados aos mais agressivos.

Quando falamos em investimento para o futuro, estamos sempre olhando para os investidores de longo prazo, que vão priorizar a sua rentabilidade. Como esse dinheiro vai ficar um bom tempo investido, você tem que garantir que não só vai ter um rendimento satisfatório. Esse rendimento tem que ser real, acima da inflação, protegendo, assim, o seu poder de compra.

Já quem não tem um perfil tão conservador, pode considerar investimentos em renda variável. Mas há recomendações que nessa opção o montante não passe de 30% do seu patrimônio. Dessa forma, os fundos de ações e fundos multimercados são os mais recomendáveis para quem tem esse tipo de perfil.


Alerta para quem investe em ações


Para os investidores mais experientes, vale a pena investir em ações. Mas temos um alerta importante. Ações são investimentos de longo prazo. Então, não é interessante ficar comprando ou vendendo antes da hora. Exceto se você é um profissional do mercado financeiro, é muito difícil garantir que não vá cometer o maior erro de todos, que é vender quando está ‘caindo’ e comprar quando está ‘subindo’.

Já para os mais conservadores, a renda fixa é a opção mais confortável e segura. Com investimentos como o Tesouro Direto, principalmente os títulos IPCA+, além de CDB e LCI.


Também faça investimentos no seu imóvel


O ideal é que você consiga separar pelo menos 20% do que recebe de aluguel para conseguir deixar sua casa ou apartamento ainda mais atrativa para os futuros inquilinos.

Já demos algumas dicas de como preparar o seu imóvel para locação ou manter o seu imóvel alugado, mas aqui vai mais algumas dicas como renovar os armários da cozinha e dos quartos e instalar blindex no box banheiro. Isso ajuda a valorizar o seu imóvel.

Você tem que entender que uma vez que você é um investidor no mercado imobiliário, precisa, sim, investir nas suas propriedades. Assim poderá garantir que elas vão continuar te trazendo renda.


Invista o valor do aluguel em um novo imóvel


Além de investir no que é seu, você já pensou em ampliar seu investimento e comprar um novo imóvel? Seja para você morar ou deixa-lo disponível para locação, é possível investir o valor do aluguel que já é recebido em parcelas de um financiamento, por exemplo. Vale lembrar que, aumento o seu investimento em novos imóveis e reinvestindo os valores, a rentabilidade crescerá na mesma proporção.

Gostou desse artigo? Compartilha com algum amigo que seja proprietário de imóveis de aluguel ou com alguém que deseja ampliar os investimentos.

Copyright © - Todos os direitos reservados.