6 atitudes simples que ajudam a reduzir das despesas de casa

6 atitudes simples que ajudam a reduzir das despesas de casa

como reduzir das despesas de casa

O cenário econômico atual é preocupante para boa parte da população, por isso economizar é sempre uma excelente ideia. E o melhor é que, com algumas atitudes simples, já podemos reduzir as despesas de casa de forma considerável, considerando grandes famílias e até mesmo aqueles que moram sozinhos.

Mesmo que muitas vezes façamos isso sem perceber, acabamos cometendo pequenos desperdícios que, colocando na ponta do lápis no final do mês, podem ter um impacto considerável no orçamento.

  1. Inclua a família nas suas contas


Definitivamente, uma das atitudes mais simples e eficientes para reduzir as despesas de casa é ter uma boa e franca conversa com a família. Afinal, seus filhos e cônjuges também são parte integrante do orçamento mensal, certo? Com o apoio e a participação de todos será muito mais fácil ter sucesso nesse desafio.

O ideal é fazer um planejamento conjunto, de maneira que haja uma consciência coletiva do que pode ser gasto e do que deve ser economizado. Discuta, por exemplo, o que cada compra significa em números e estabeleça metas individuais. Além disso, estimule o hábito de registrar tudo no papel e consultar todas as despesas, os números sem serem vistos podem não assustar.

  1. Faça pequenas substituições


Você já deve ter ouvido falar que existem lâmpadas muito mais modernas e econômicas atualmente do que havia poucos anos atrás, não é verdade? Opções eficientes disponíveis no mercado incluem as de LED e as fluorescentes. Não hesite em fazer essa substituição! Elas podem mesmo fazer com que você pague muito menos na conta de energia no final do mês. Além dessa questão energética, você também poupa bastante no longo prazo: o custo de compra pode ser razoavelmente maior, mas esses modelos são muito mais duráveis, demorando bem mais para serem trocados.

  1. Retire os eletroeletrônicos da tomada


Aparelhos eletrônicos, mesmo quando não estão ligados, consomem bastante energia quando estão conectados na tomada, ainda que em modo de stand-by. Por isso, sempre os tire da tomada quando você for se ausentar por um período mais extenso, como finais de semana, feriados ou férias. A hora de dormir também pede esse cuidado, especialmente se você tiver muitos equipamentos em casa. Atente ainda na qualidade das marcas: as melhores costumam ter modelos mais eficientes energeticamente. Muita gente acha que isso é pouco efetivo, mas o fato é que essa atitude pode fazer uma tremenda diferença na sua conta de luz no fim do mês.

  1. Pense no reaproveitamento


Outra excelente dica para você e a sua família economizarem um pouco mais nas despesas do final do mês — e ainda criarem um lar mais sustentável — é apostar no reaproveitamento de água. O melhor de tudo é que, nos dias de hoje, existem maneiras bem simples e eficientes de fazer isso. Comece com o básico: não deixe as torneiras abertas quando não estiverem em uso. Além disso, não descarte a água usada na lavagem de roupas, por exemplo, pois você pode usá-la para limpar a cozinha ou o quintal. Se você utiliza bastante o ar condicionado, pode colocar um balde da saída externa e, depois, utilizar essa água para outras finalidades.

  1. Elimine os serviços menos prioritários


Sabemos que a vida é repleta de problemas e níveis elevados de estresse. Muitas vezes, em função disso, acabamos apostando na aquisição de itens desnecessários, mesmo como uma forma de distrair a cabeça. Mas no fim do mês a conta chega, e vemos que estamos desperdiçando recursos à toa.

A televisão a cabo, por exemplo, é campeã nesse quesito: a maioria dos assinantes possui pacotes que incluem muito mais canais do que um ser humano é capaz de assistir. O mesmo vale para outros serviços que são pagos sem uso, como academia de ginástica, tratamentos estéticos e outros. Corte tudo pela raiz — ou, pelo menos, negocie pacotes mais úteis com as prestadoras e em momentos de maior necessidade.

  1. Reveja periodicamente os seus gastos


Por fim, mesmo depois de adotar essas atitudes e cortar as suas despesas extras, você não deve deixar de reavaliar periodicamente os seus gastos. Até porque as necessidades, hábitos de vida e anseios mudam com o passar do tempo, demandando esse tipo de reavaliação.

Se os seus filhos cresceram e saíram de casa, por exemplo, isso deve se refletir em economia nas tarifas de energia, água e supermercado. Já se você mudou para uma cidade com um custo de vida maior, também não dá para ignorar esse fato: algumas contas serão mais elevadas.

Enfim, viu como essas atitudes simples já podem reduzir as despesas de casa? Seguindo todas elas, você verá que o seu dinheiro renderá mais e poderá proporcionar uma vida ainda mais confortável e sustentável para a sua família e até mesmo realizar grandes aquisições que estão na lista de espera.

Se você gostou dessas dicas, aproveite para compartilhá-las nas redes sociais e ajude os seus amigos a economizar nas despesas também!

 

Copyright © - Todos os direitos reservados.